OBuxixo - Fofocas, bombas, famosos, audiência, buchichos, flagras, novelas e TV: "Querem que eu pare de falar que sou homem", dispara Rogéria em entrevista para o Jô

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

"Querem que eu pare de falar que sou homem", dispara Rogéria em entrevista para o Jô


Considerada por Jô Soares uma das maiores artistas que o Brasil já teve, Rogéria desfila pelo palco do ‘Programa do Jô’ nesta quinta-feira, dia 3, e rodopia antes de se sentar, mostrando a roupa e brincando como se fosse uma de suas performances. Nascida como Astolfo Barroso Pinto, ela afirma estar bem resolvida com sua identidade. Há 73 anos é homem, no entanto, Rogéria é sua persona artística. “Querem que eu pare de falar que sou homem!”, comenta com o apresentador.

Companheiros de shows em teatros, Jô Soares relembra que Rogéria, na época conhecida como Rogério, era maquiadora de grandes celebridades. “Ela se recusava a me maquiar!”, brinca o Gordo e arranca boas gargalhadas da amiga. E, como surgiu o nome artístico? Ela recorda que a atriz Zélia Hoffman um dia lhe disse que Astolfo era nome de executivo e emendou com uma sugestão: Rogério. Convidada diversas vezes ao programa, a atriz ainda relembra sua primeira entrevista a Jô. Na ocasião, ela estava com os cabelos presos e ia soltá-los ao longo da conversa, mas não o fez. No último bloco, ela sana essa dívida: até então de cabelos presos, ela tira um por um dos grampos, segura o pente que está em cima na bancada de Jô e penteia os longos fios loiros, sua marca registrada.