OBuxixo - Fofocas, bombas, famosos, audiência, buchichos, flagras, novelas e TV: Os 7 erros do #PrimeiroImpacto

sexta-feira, 24 de março de 2017

Os 7 erros do #PrimeiroImpacto


O "Primeiro Impacto" foi criado para fazer frente ao jornalismo popular da Record TV. O jornalístico, no entanto, não tem identidade própria e perde para a emissora do Bispo Edir Macedo, na batalha do Ibope.

Alguns aspectos precisam ser observados para tentar alavancar a principal aposta de Silvio Santos.

Confira os 7 erros do "Primeiro Impacto"

1) A começar pelo título. Copiado de um telejornal latino-americano, "Primeiro Impacto" remete à primeira atração do dia, ou seja, o telejornal matinal de um canal. Exibido ao meio-dia, poderia levar outro nome.

2) O SBT fez escola com o "Aqui Agora". Mas alguém esqueceu de seguir a cartilha do telejornal mundo-cão. Reportagens de tirar o fôlego em plano sequência despertam o interesse do público. Falta esse apelo ao "Primeiro Impacto".

3) Faz falta um time de colunistas à criação de Silvio Santos. Nomes importantes e respeitados como Afanasio Zajadji, Nei Gonçalves Dias, dentre outros estão à disposição no mercado e fariam uma diferença no telejornal. Já que é para copiar, cadê o quadro de fofocas?

4) Reportagens que já foram exibidas à exaustão na madrugada não fazem diferença na hora do almoço. O telejornal precisa de conteúdo inédito e com a cara que o programa quer imprimir na procura por seu público. As filiadas do Nordeste produzem excelente conteúdo.

5) Repetir o cenário e pacote gráfico não pega bem. O tom azul, predominante em programas noturnos, poderia ser substituído por tons pastéis, cinza, laranja e amarelo. Combina mais com a faixa do meio-dia.

6) Engessado, falta aquela descontração ao "Primeiro Impacto". O ritmo criado por Geraldo Luis no "Balanço Geral" fez escola e garante o bom desempenho do telejornal de Reinaldo Gottino.

7) Para finalizar, na busca por uma identidade, um apresentador basta ao "Primeiro Impacto". Dudu Camargo e Marcão do Povo não precisam se revezar. Fica a critério do SBT escolher apenas um e tocar o programa.